• marluce lima

poetagem

Updated: Jun 30, 2019

de uma página do diário: uma coragem



Poesia não enche a barriga, mas me alimenta a alma. Ahhh, se eu pudesse viver dela, de que mais precisaria?! E eis que estou, vivendo na poetagem. Ainda não vivo da poesia, quem me dera, já entendi que o caminho que escolhi viver não é fácil (e que caminho é?).

Eu, pobre ser mortal que ouso desejar tornar-me etérea, que ouso querer o mesmo destino delas: daquelas mulheres intensas que não temeram as palavras. Eu, que ousei me assumir como se saísse de um armário de mãos ao alto, largando todas as armaduras que me vestiu o tempo, sem me dar chance de repensar o caminho, afinal foi a decisão mais leve que meu consciente já tomou e também a mais difícil. Tomei de guti guti, escorrendo pelas bordas dos lábios toda a poesia que minha pele carregava desde pequena. Eu chorei, demais… e ainda choro. Mas não posso voltar atrás. Aquela vida sem sentido já não me cabe mais. Vim da cidade empoeirada, e eu ilhada naquele mundo faminto, vim morar em uma ilha de tempo relativo, aprender com quantas letras se escrevem uma história, e ser eu agora: a ser faminta e esfomeada…por viver tudo que tenho dito.


#poetagem #poesia #poeta #deumapaginadodiario

6 views
  • Branca Ícone do Flickr
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Ícone do Instagram Branco
  • Ícone do Youtube Branco

made with love & poetry